Consumo de Vinho, Harmonização, Todas as Categorias

6 dicas incríveis de harmonização de vinhos

6 dicas incríveis de harmonização de vinhos upvinhos.com.br

Equilibrar adequadamente as refeições com as bebidas que as acompanham é uma arte milenar. Com esse tipo de estratégia, é possível realçar aquilo que os pratos têm de melhor e tornar a experiência gastronômica ainda mais agradável e impactante. Por isso, conhecer a harmonização de vinhos é algo extremamente importante.

A magia está nas inúmeras possibilidades de combinações, que criam sabores e resultam em experiências sensoriais inesquecíveis. Isso é algo indispensável para quem quer fazer de cada refeição algo que vai muito além da simples alimentação, transformando-as em momentos especiais.

1. Harmonize o vinho com o molho

Se você está preparando uma carne branca com molho, é mais interessante combiná-lo com o vinho. Se for um pomodoro, por exemplo, ou um molho de ervas, opte por um vinho tinto seco. Para que a bebida não tire o brilho do prato, escolha um rótulo mais leve e com um toque de acidez, como um Pinot Noir.

Essa dica pode ser aplicada em qualquer receita que leve molho. Uma massa cuja cobertura seja feita de um queijo brie ou camembert pode ser acompanhada de um tinto com estrutura mediana, um Cabernet Franc é uma bela pedida.

2. Equilibre o peso e o sabor da comida com do vinho

Um peixe cru ou grelhado, tem um sabor mais delicado e mais leve do que um risoto de frutos do mar, por exemplo. Assim, o primeiro pede um vinho mais leve e rico em aromas, como um Sauvignon Blanc, enquanto para a segunda opção você pode levar à taça um Chardonnay com passagem por carvalho.

O mesmo vale para carnes vermelhas. Um molho com carne moída ou uma carne de panela não muito condimentada não apresenta tanta gordura ao paladar. Portanto, podem ser acompanhados de um Cabernet Sauvignon sem carvalho.

3. Observe o teor de sal

Embora o sal não seja um dos ingredientes mais difíceis de serem harmonizados, ele é responsável por “anestesiar” o nosso paladar. De certa forma, ao desfrutarmos de refeições muito salgadas, passamos a perceber os sabores de maneiras diferentes e com uma intensidade bastante reduzida.

Assim, ao mesmo tempo em que o sal pode suavizar alguns elementos de difícil combinação, como cogumelo, pode “brigar” com vinhos mais tânicos. Por isso, sempre que o sal estiver em destaque lembre-se dos espumantes brut ou demi-sec, pois o delicado açúcar residual ajudará no equilíbrio.

4. Combine pratos doces com vinhos doces

Assim como o sal é um elemento fundamental para a harmonização de vinhos, o açúcar também. As sobremesas e doces em geral podem “mascarar” o caráter frutado da bebida, prejudicando a combinação e passando uma sensação amarga. Para evitar isso, o ideal é que você leve à taça um vinho igualmente doce.

5 – Aposte na harmonização de vinhos por contraste

Os opostos certamente se atraem e no mundo dos vinhos, isso não é diferente. Basicamente, há duas maneiras de harmonizar vinhos e pratos: por semelhança, como os vinhos doces com sobremesas ou por contraste. Se você nunca experimentou a última, não sabe o que está perdendo!

Por isso, busque, sempre que possível, alternativas bem contrastantes para compor as suas harmonizações. Na grande maioria das vezes, os elementos principais tanto da bebida quanto da refeição são realçados graças a esse choque de sabores que explode em nosso paladar.

6 – Saiba utilizar a acidez ao seu favor

Elemento importantíssimo quando falamos em harmonização de vinhos, a acidez pode trazer grandes benefícios para sua refeição. Em pratos com mais gordura, os ácidos do vinho limpam o palato e cortam o efeito pegajoso da comida.

Pratos ácidos também podem ser acompanhados por vinhos ácidos (é a semelhança descrita acima). Nesse caso, os sabores frutados e a doçura da bebida ficam realçados, enquanto a acidez suaviza.

Com isso, podemos perceber que a acidez é um elemento fundamental para compor as harmonizações e obter os melhores resultados possíveis. Abra a mente para esse tipo de bebida e experimente todas as suas opções!


Fonte: Famiglia Valduga.

Related Posts